Caso exista a chance. Devemos viabilizar nosso estádio com Crédito do BNDES???

joseph-blatter-ap-africa-do-sul

Conforme publicado na Folha de São Paulo e no site http://www.copa2014.org.br/, o BNDES flexibilizou a linha de crédito para a reforma dos estádios privados para a COPA DE 2014.

Acho que primeiramente é um brinde a incompetência principalmente do pessoal do time da Vila Sonia que vendeu a idéia de reformar o estádio deles sem dinheiro público,  sinceramente não ouvi tal coisa dos dirigentes Colorados nem dos dirigentes do Furacão, creio que pelo menos eles não tiveram a soberba de acharem que conseguiriam adequar seus estádios sem algum tipo de incentivo, ao contrario do nosso rival paulista, que pensa em pegar dinheiro emprestado e ainda sim, emprestado

por um outro banco privado em seu beneficio.

Alias o Atlético Paranaense construiu parte da Bela Arena da Baixada com dinheiro emprestado da Caixa Federal, e pelo que sei paga religiosamente suas obrigações junto ao banco.

Mas voltando a nossa realidade, o que perguntamos é se a tal linha de crédito do BNDES abrangerá somente aos clubes envolvidos na Copa ou a todos???

Pelo que sabemos uma vez aberto para um clube, todos deverão ter o mesmo direito, mesmo que consigam isso na justiça.

Agora como CORINTIANO E CIDADÃO não gostaria de ver dinheiro do BNDES para investimento em estádio, só que caso nossos co-irmãos consigam, creio que não devemos ficar novamente para trás, e o pior, talvez o São Paulo consiga o dinheiro, reforme o estádio e mesmo assim fique fora da Abertura da Copa, uma vez que o Joseph Blatter novamente falou o que sabemos, o Morumbi mesmo após a reforma será um estádio de nível médio para um evento como a COPA DO MUNDO.

Alias até quando vamos ter que agüentar isso???, creio que já está bem claro que para a abertura esquece, o Morumbi está fora, creio que chegou a hora da imprensa cobrar dos responsáveis pela candidatura de São Paulo, pois quem manda na COPA é a FIFA,não adianta ficar criticando o Joseph Blatter, pois quem manda é ele, ninguém vai impor a abertura em São Paulo se a FIFA disser NÃO, então o que queremos é saber o que será feito,um novo estádio, ou nos contentaremos com jogos do tipo Honduras x Venezuela ou se realmente nossa cidade estará envolvida na COPA de verdade.

Bom , voltando a nossa realidade,  na minha cabeça a duvida  é grande, caso seja liberada a linha de crédito do BNDES, devemos ou não pega-la para construir o nosso tão sonhado estádio???

10 Respostas to “Caso exista a chance. Devemos viabilizar nosso estádio com Crédito do BNDES???”

  1. Silvio Romoaldo Jr Says:

    Amigo, a questão tem que ser analisada sob vários prismas. Um deles é o ideológico. Minha ideologia não permite vislumbrar a hipótese de se utilizar recursos de origem pública em obras particulares, mesmo numa ocasião especial como a Copa do Mundo. Marco ponto no seguinte: A cidade de São Paulo comporta e necessita de uma Arena Multiuso pública, de qualidade, em local de fácil acesso, integrada a transporte de qualidade, estrutura de educação, cultura, artes e esportes.
    Esse é o meu ponto de vista, meu idea

    • josuesbf Says:

      Olá Silvio, obrigado pela visita, também tenho uma visão ideologica a respeito desse tema, mas será que também é certo sermos passados novamente pra trás e perdemos a chance????
      Mas seria Fantastico viabilizarmos nossa casa sem este expediente….
      ABRAÇO…

  2. João Roberto Says:

    Se a linha do BNDES for liberada para os clubes, com uma garantia sólida de pagamento, concordo.

    Porém, duvido muito que os clubes que não estão envolvidos na copa consigam esta linha de crédito

    • josuesbf Says:

      Olá João Roberto, creio que seria no minimo incoerente por parte do
      BNDES que só concedessem o tal credito para tres clubes, creio que todos tem
      o mesmo direito, mas é aguardar pra ver o que acontecerá….
      Abraço e obrigado pela visita…

  3. Eduardo Lindenmeyer Says:

    Caso aprovem essas verbas, que devem somar 4 bilhoes de reais ao total, para reformas e criacoes de estadios, o corinthians deve sim aproveitar essa chance, gente, financiamento é algo primordial para qualquer empreendimento de grande porte como esse, ainda mais no brasil em que nada da certo. Nao esquecamos que todo financiamento existem juros, juros esses que voltam para o estado, nao sei como estao hoje, se sao SELIC ou o que, mas o governo tem o retorno pleno do capital emprestado. E isso é perfeito, caso o Corinthians viabilize um projeto bacana, 80mil a 100mil pessoas, num lugar bacana, com tudo que tem direito. Soponhamos que o proprio corinthians levante 200milhoes de reais, o resto financiariamos com o governo. Existem ainda variaveis nao consideradas que provavelmente aumentariam esses 200milhoes arrecadados pelo corinthians, do tipo: venda de camarotes por 10 anos para empresa, campanha de doaçoes (APENAS DEPOIS DAS OBRAS COMECADAS) do tipo que o torcedor ganha uma plaquinha com seu nome no estadio…
    Corinthians ta perdendo essa chance gente, pqp, copa do mundo ta chegando, estao defenindo de vez as sedes, gringo nao gosta de trabalho porco e de decidir as coisas de ultima hora!
    foda!! Abraços!

  4. Carlos Fernando Says:

    Outro detalhe importante e que o Timão tem problemas com o governo, e sem isso não é liberada a linha de crédito, pra mim tem dinheiro suficiente para usar, mesmo dinheiro público, pagando que mal tem!!!!! não é dinheiro pra o clube e sim um empréstimo.
    Seria a melhor maneira por que não ficariamos dependendo de um investidor, com o clube ganhando em arrecadações de bilheteria, mkt, camarotes e etc. o estádio paga o dinheiro por si próprio, sem um tostão do Timão.

    Vai Corinthians!!!

  5. Álvaro de Campos Says:

    A questão aí é mais de conceito: verba pública deve ser utilizada para a coisa pública. Algo que fique à disposição de todos.

    Assim, se o Corinthians ousar caminhar nessa direção, vou protestar mais do que na época do Fora Dualib.

    Seria vexatório.

    Contudo, a cidade de São Paulo comporta tranquilamente mais uma Arena Pública. Acho até, que com a Arena Palestra fazendo água, que Corinthians-Palmeiras (e Santor, se trocar o presidente) garantem o retorno mínimo para viabilizar o investimento (um novo sairia por R$ 400 milhões).

    Tenho certeza disso, pois o preço médio do ingresso Corinthiano e Palmeirense disparou e a receita do Pacaembu com aluguel também.

    Uma bela reforma do Pacaembu pode torná-lo um estádio para 60 mil ou podemos construir um novo por R$ 400 milhões.

    • JosuJosue Says:

      Racionalmente pensando, creio que voce tem razão, mas o problema
      é que mesmo que a tal arena palestra não saia creio que o time da turiassu não abrirá mão de jogar lá e com os dirigentes que temos é impossivel que os 4 falem a mesma lingua sempre, o que vai ocorrer é que quando eles “estiverem de mal” a nova arena ficará parada, sem uso e vão preferir jogar no interior, no palestra ou em outro local, ou seja , na pratica é melhor que cada um procure o seu caminho, e creio que o nosso é fazer nossa casa e ficar sem depender desses outros fatores.
      ABRAÇO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: